Matinha do Pici em alerta

Após aprovação unânime na Câmara Municipal de Fortaleza, o prefeito Roberto Cláudio vetou, de forma integral o projeto de lei, de autoria do vereador de Fortaleza João Alfredo ( PSOL Ceará), que cria a Arie da Matinha do Pici, cujo parecer técnico foi assinado por vários professores da UFC, coordenados pelos professores Jeovah Meireles, Marcelo Moro e pela professora Adryane Gorayeb.

O veto coloca em risco uma conquista construída junto com os movimentos ambientalistas da cidade e comunidade acadêmica da universidade, que durante quatro anos se articularam e pressionaram para que, enfim, o projeto fosse aprovado pela Câmara Municipal; este período, foi o tempo em que a Comissão de Legislação e Justiça (cujo relator foi o próprio líder do Governo Municipal, Vereador Evaldo Lima) e a Comissão do Meio Ambiente levaram para avaliar e aprovar o projeto, que em seguida teve aprovação unânime no plenário da casa legislativa. A justificativa do prefeito para o veto é que a criação desta área protegida contrariaria o interesse público, em um tempo em que Fortaleza clama por mais áreas verdes.

Após a cobrança do parlamentar do PSOL, nesta quarta-feira (02/12), o líder do governo retirou de pauta o veto, que já entraria para ser debatido e votado (o veto) nas comissões, ganhando tempo para tentar salvar o projeto com a almejada retirada definitiva do veto (ou mesmo sua derrubada).

João Alfredo afirma que “se há, como argumenta a prefeitura, alguma divergência na delimitação da área, ela pode ser corrigida em outro projeto específico para isso. E, se isso ocorrer, ouviremos os professores da UFC que elaboraram o parecer”, destacando ainda que continua com esperança de que a cidade conquistará a proteção, por lei, da Matinha do Pici.

 

Endereço

Ceará

Av. do Imperador, 1397,
Fortaleza, Centro 60015-052

 

Contato

Telefone 3254-5150

Presidência(85)9911-0017

Email

 

Boletim