Estudantes da Unilab fazem manifestação contra o corte de bolsas estudantis

Os estudantes do Bacharelado em Humanidades da Unilab realizaram, na tarde desta terça-feira (24/02), às 15 horas, manifestação contra o corte de repasses em bolsas de assistência estudantil, no Campus da Liberdade, em Redenção. Os estudantes alegam que a reitoria da universidade comunicou que os discentes que acumulam auxílios do Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES) e Programa Bolsa Permanência (PBP), ambos os programas destinados aos estudantes de baixa renda e que têm por finalidade garantir a permanência deles no ensino superior, terão acesso apenas ao PBP, com pequenos complementos para equiparar o valor das duas bolsas.

A medida adotada iria contra o que estabelecem as diretrizes dos dois programas, uma vez que o PBP, financiado pelo Fundo Nacional de Educação (FNDE), permite – como regulamentado pela Portaria nº 389 de 09 de maio de 2013 do Ministério da Educação – a acumulação do repasse com os auxílios do PNAES, desde que não ultrapassado o valor de 1,5 salário mínimo, por estudante.  O Centro Acadêmico do Bacharelado em Humanidades da Unilab, organizador da manifestação, relata que cada estudante afetado pelo corte recebe no máximo R$930,00 reais.

Segundo os organizadores da manifestação, o possível corte trará grades prejuízos para os estudantes, pois ao entrarem no PNAES – que prevê o repasse do auxílio ao beneficiado por dois anos, firmaram, por exemplo, contratos de aluguel para residir no município de Redenção; os que não residem no município, utilizam o auxílio para transporte e alimentação. Os discentes ainda alegam que apenas a bolsa do PBP (fixada em R$400,00) seria insuficiente para custear a permanência na universidade e que esta freqüentemente sofre com atrasos no seu repasse

 

 

Endereço

Ceará

Av. do Imperador, 1397,
Fortaleza, Centro 60015-052

 

Contato

Telefone 3254-5150

Presidência(85)9911-0017

Email

 

Boletim